‘Hacker do bem’ consegue sequestrar câmera de iPhone

166
Fonte: Pixabay

Um hacker bem-intencionado descobriu uma falha que permitia acesso indevido às câmeras de produtos da Apple. A manobra funcionava com iPhones e Macs. Foram encontradas sete vulnerabilidades no total, já corrigidas pela fabricante.

Em dezembro, Ryan Pickren iniciou uma caça à bugs no sistema operacional da companhia, procurando brechas e tentando violá-las para descobrir o que acontecia. Os testes foram bem-sucedidos: bastou encontrar uma exceção às solicitações de permissão de aplicativos para ter acesso à câmera ou microfone dos equipamentos.

Cada acesso deve ser concedido manualmente pelo usuário – exceto no caso de aplicativos próprios da Apple, incluindo o Safari, um prato cheio para criminosos. Por ter descoberto essa brecha que poderia causar dor de cabeça em muita gente, Ryan, após reportar o problema, recebeu US$ 75 mil dólares de agradecimento.