O Facebook anunciou nesta segunda, 21/9, uma atualização na plataforma de gerenciamento de direitos, para permitir que detentores de direitos autorais possam reivindicar a propriedade sobre as imagens e, em seguida, moderar onde essas imagens aparecem nas plataformas do Facebook, incluindo o Instagram. 

Estamos apresentando o Gerenciador de Direitos de Imagem, uma nova versão do Rights Manager que usa tecnologia de correspondência de imagens para ajudar criadores e editores a proteger e gerenciar seu conteúdo de imagem em escala”, informou o FB. 

Como explica a rede social, os interessados “podem enviar um pedido sobre o conteúdo que criaram e desejam proteger e o Rights Manager encontrará conteúdo correspondente no Facebook e Instagram. As configurações podem ser ajustadas para corresponder à aplicação do direito de imagem em todo o mundo ou apenas em determinados locais”. Ou seja, o detentor da imagem poderá optar por deixá-la no ar, exigir a remoção ou usar um bloqueio territorial.

Para tanto, o interessado deve importar um arquivo CSV para o Rights Manager e especificar onde os direitos autorais se aplicam e podem deixar certos territórios de fora. Se outra pessoa tentar reivindicar a propriedade da mesma imagem, o Facebook tende a garantir para quem fez o primeiro pedido, mas é possível recorrer. 

O Facebook indicou que o sistema começa a funcionar “com alguns parceiros”, sem indicar quais. A ideia é, em algum momento também não divulgado, disponibilizar o recurso para todos, como já acontece com pedidos relacionados a direitos sobre músicas e vídeos.