Novidade no Chrome permitiria limpar o seu ‘histórico de mídia’

296
Fonte: Pixabay

O Google Chrome pode ganhar futuramente um “histórico de mídia”, o qual armazenaria detalhes de acesso a esses recursos. Dessa forma, o navegador também permitiria aos usuários a exclusão de URLs ligadas a esse tipo de arquivo. A informação foi descoberta pelo pessoal do XDA Developers através do registro de inserções com a etiqueta “media-history” na ferramenta colaborativa Chromium Gerrit.

Conforme o site, a possível novidade está sendo testada pela Google, contudo, não pode ser vista de maneira totalmente pública. Isso porque está escondida na flag “chrome://flags#media-history”, em uma interface básica de usuário. Logo, por estar em fase beta, não deve ser manipulada por quem não possui conhecimentos avançados sobre o assunto.

Nos últimos meses, a Google tem focado em novas funções para reprodução de mídia no Chrome. Exemplo disso é que no final de 2019 adicionou um controle audiovisual com suporte ao Chromecast, enquanto em março começou a testar um botão picture-in-picture (PiP) na parte central desse comando — permite rodar vídeos em janelas flutuantes. Apesar das pistas, não é possível afirmar quando e se de fato a gigante adicionará o recurso.